Eventos e projeto estimulam a prevenção da violência no âmbito escolar
Notícias sobre violência nas escolas e entorno, seja em bairros considerados nobres seja nos bairros da periferia são freqüentes no Brasil atual. Mas, experiências visando promover a cultura de paz a partir do ambiente escolar geram esperança. Em Fortaleza, acontece nesta sexta-feira (26), a partir das 8h, na Escola Superior do Ministério Público, o seminário e workshop sobre a questão “Como prevenir e mediar situações de conflito e violências nas escolas?”.  Por ocasião do evento, será assinado termo de cooperação técnica com a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) para implementação do Projeto “Por uma Cultura de Paz: Mediação de Conflitos e Práticas Restaurativas em Escolas” em quatro escolas públicas da rede de ensino estadual.
As escolas a serem beneficiadas são Padre Guilhermino, Luiza Távora, Miriam Porto Mota e Maria da Conceição Porfírio Teles. A proposta do projeto “é utilizar práticas restaurativas como possibilidade para resolução de conflitos através do diálogo, em que autor e vítima, em um espaço seguro, podem compreender os motivos dos conflitos e deliberarem sobre quais ações devem ser tomadas para a reparação de danos”. O projeto prevê também a participação de alunos como facilitadores dos processos de resoluções de conflitos, o que irá contribuir para  o protagonismo e empoderamento deles.
Diálogo e mediação
A iniciativa de realizar o workshop e o seminário é da ong Terre des hommes Lausanne no Brasil, Ministério Público do Ceará, Escola Superior do Ministério Público e Núcleos de Mediação Comunitária do Ministério Público do Ceará. Na parte da manhã, das 8h às 12h, acontecerá o seminário “Dialogando sobre práticas, mediação de conflitos e Práticas Restaurativas nas escolas”. O evento é aberto ao público e os interessados podem fazer a inscrição na hora.
Já  o workshop intitulado “Passo a passo para a implementação de Mediação Escolar e Práticas Restaurativas”, acontecerá na parte da tarde e é destinado a convidados, entre eles representantes das escolas estaduais. O facilitador será Antônio Carlos Ozório Nunes, Promotor de Justiça de São Paulo, coordenador do programa de mediação e práticas restaurativas nas escolas do Ministério Público de São Paulo e autor do livro “Como restaurar a paz nas escolas”.
No evento serão apresentadas experiências de São Paulo e Ceará com mediação escolar e práticas restaurativas nas escolas, abordando temas como as pré-condições para implementação de programas de resolução de conflitos, fluxo de atendimento, articulação escolar, autonomia e prática dos facilitadores. (Com informações da assessoria de imprensa da Terre des hommes Lausanne no Brasil)
Contato:  Terre des hommes Lausanne no Brasil – Fortaleza – (fone: 85 3263 11 42)
Fonte: Agencia da Boa Noticia