Coaching pela Paz beneficia pessoas envolvidas com segurança pública
O projeto “Coaching pela Paz” (cuidando de cuidadores) é uma experiência da Coordenadoria de Defesa Social da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS), em parceria com a Federação Brasileira de Coaching Integral Sistêmico (Febracis).
O major Bernardo Aguiar, da Polícia Militar e titular da Coordenadoria explica que o projeto foi inspirado na  frase do preâmbulo do texto de criação da UNESCO que diz: “As guerras e a violência nascem no espírito e nos corações dos homens; logo, é no seu espírito e nos corações que precisam ser erguidos os verdadeiros baluartes da paz”.

Dessa forma, informa ele, recursos do Coaching Integral Sistêmico são usados como “instrumentos de suporte à melhoria de vida de cidadãos que atuam em processos formais de difusão da Cultura de Paz e de promoção da Defesa Social, representando uma colaboração estratégica para a otimização da prevenção à violência e para a valorização do paradigma da Segurança Pública Participativa e Cidadã”.
.
Há dois meses, a Coordenadoria de Defesa Social da SSPDS vem utilizando o Coaching Integral Sistêmico com policiais e líderes comunitários que participam dos Conselhos de Defesa Social.  Para acelerar o projeto, no último fim de semana, a Coordenadoria e a Febracis realizaram 46 sessões grátis de coaching para assistentes sociais, conselheiros, líderes comunitários e outras pessoas que atuam na prevenção à violência e difusão da cultura da paz na sociedade.  As sessões aconteceram no Centro Empresarial São Mateus.A ação fez parte do curso de formação dos novos profissionais em Coaching Integral Sistêmico, promovido pela Febracis. O projeto Coaching pela Paz foi idealizado por Paulo Vieira, master coach e presidente da Febracis, e o major Bernardo Aguiar. À frente do projeto estão também Fernanda Melo, master coach voluntária, e Djanny Chacon, coach da Febracis.

O Coaching é método de transformação pessoal e profissional que prestigia a estrutura racional e cognitiva do cérebro. Tem sido usado mundialmente tanto no contexto profissional como no pessoal. No projeto, as múltiplas ferramentas do Coaching Integral Sistêmico “são utilizadas para auxiliar indivíduos na organização de suas buscas, de seus sonhos e de suas metas de vida, fomentando a prosperidade harmônica, o altruísmo, o resgate de valores e a prática do bem”.

A ação do último domingo representou um grande mutirão. De acordo com o Major Aguiar, esforços são feitos para dar continuidade ao Projeto que, em seu ciclo completo abrange 12 sessões. Como os profissionais de coaching envolvidos são voluntários o major diz que é feita toda uma articulação para conciliar as agendas desses com os beneficiados. (Com informações da assessoria de imprensa do evento)

Contato: Bernardo Aguiar, major da Polícia Militar e orientador da Coordenadoria de Defesa Social da SSPDS – (fone: 85 8749 0118)

Fonte: Agencia da Boa Noticia